quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Eu acabei concordando com a minha mãe!

Minha mãe está morta há 30 anos, e não soube, portanto,  que eu acabei por concordar com ela. Foram incontáveis  as nossas  discussões sobre isso, ou seja:
não há qualquer possibilidade da humanidade mudar  para melhor, material e espiritualmente, se nós não nos transformarmos para melhor individualmente.  Eu achava o contrário, primeiro mudar a humanidade e depois os indivíduos. Não é uma questão de certo ou errado. Ê uma questão, agora, pra mim, de convicção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário